sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Vermelim

Amor pulou do barranco,
Caiu sobre folhas secas
e não se levantou.

2 comentários:

V. disse...

Opa, poeta tb, Lana!
Visite minha outra casa: http://restodecafefrio.blogspot.com

Kisses.

Gostei daqui tb.

Lana disse...

Obrigada V. Visitarei sim